Internacional

Copa do Mundo

Japão bate Espanha por 4 a 0 e lidera o grupo C da Copa do Mundo Feminina

Hinata Miyazawa marcou dois gols na vitória do ex-campeão Japão sobre a Espanha por 4 x 0 e garantiu a liderança do Grupo C da Copa do Mundo Feminina nesta segunda-feira (31).


O atacante Riko Ueki também marcou no intervalo, quando o Nadeshiko cortou a alta pressão da Espanha com três ataques rápidos no primeiro tempo, antes que o substituto Momoko Tanaka fizesse o quarto com outro chute de qualidade a oito minutos do final.

O Japão, vencedor da Copa do Mundo de 2011 e vice-campeão em 2015, permanecerá na capital da Nova Zelândia para enfrentar a Noruega pelas oitavas de final no sábado, enquanto a Espanha se deslocará para o norte, para Auckland, para enfrentar a Suíça no mesmo dia.

Continua depois da Publicidade

Ambas as equipes já haviam se classificado para a fase eliminatória após vitórias convincentes nas duas primeiras partidas da fase de grupos, e o técnico do Japão, Futoshi Ikeda, fez cinco alterações em sua equipe para o confronto no Wellington Regional Stadium.

A Espanha tomou a iniciativa desde o início e o golo inaugural do Japão aos 12 minutos foi muito contra a corrente do jogo.

Jun Endo, na ala esquerda, fez um passe atrás da defesa espanhola e Miyazawa correu para deslizar friamente para a rede com o pé esquerdo.

Foi o terceiro gol de Miyazawa no torneio e o primeiro que a Espanha sofreu em seus três jogos na Nova Zelândia .

A Espanha continuou a dominar a posse de bola e o território, mas os Nadeshiko voltaram a acertar ao contra-ataque aos 29 minutos e Ueki, lançado por Miyazawa, rematou à baliza que desviou de Irene Paredes e passou por cima de Misa Rodriguez.

Ueki devolveu o favor para o terceiro gol aos 40 minutos com um passe que Miyazawa alcançou na entrada da área e chutou Rodriguez com o pé direito.

A Espanha saiu no segundo tempo com mais gols, mas com toda a posse de bola e mais de 900 passes, não conseguiu incomodar seriamente a defesa do Japão, que ainda não sofreu nenhum gol no torneio.

(Com informações da Reuters)