Justiça

Piauí

Ator que faz Jesus na ‘Paixão de Cristo’ é preso por violência doméstica no Piauí

Caio Antures, de 25 anos, descumpriu medidas protetivas, chegando a invadir o apartamento da ex-companheira.


O ator Caio Henrique Lima Ribeiro Antunes, que usa o nome artístico de Caio Antures, foi preso na manhã desta quinta-feira, 29, por descumprimento de medidas protetivas em Teresina, capital do Piauí, relacionadas à violência doméstica. Antunes, de 25 anos, é conhecido por interpretar o papel religioso na Paixão de Cristo do Monte Castelo, o maior espetáculo da Via Sacra na capital piauiense.

Segundo a Polícia Civil do Piauí, a prisão aconteceu no bairro Cristo Rei, onde Caio residia e, supostamente, estaria se escondendo da polícia.

Continua depois da Publicidade

“O preso trabalha como ator na Semana Santa. Ele chegou a invadir o apartamento da ex-companheira porque não aceitava o fim do relacionamento”, informou o delegado Tales Gomes.

O ator tinha algumas medidas protetivas decretadas contra ele, mas que teriam sido descumpridas. Com isso, a 3ª Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher fez atendimento da vítima de violência e representou ao Poder Judiciário pela prisão dele, que foi decretada no dia 16 de fevereiro.

Caio Antures é conhecido por interpretar Jesus na capital do Piauí – Foto: Reprodução/Redes sociais

Caio Ribeiro foi encaminhado à Central de Flagrantes para ser apresentado ao Poder Judiciário.

Ainda segundo o DEOP, ele responde por lesão corporal contra a ex-namorada. A vítima denunciou a agressão em janeiro de 2019, após o casal terminar um relacionamento de cerca de três anos.

Desde a abertura do processo, medidas protetivas foram fixadas, como limite mínimo de distância entre a vítima e os familiares dela e a proibição de comunicação entre eles.

Após os descumprimentos dessas medidas, houve ainda uma nova denúncia de agressão contra ela, em junho de 2023. No dia 16 de fevereiro, a prisão de Caio foi decretada e o mandado cumprido nesta quinta-feira (29). Ele ficará à disposição da Justiça.

A defesa de Caio Antures não se pronunciou.