Internacional

Copa do mundo

Vitória inédita do Marrocos na Copa do Mundo Feminina com 1ª jogadora usando Hijabe

O estreante time do Marrocos conquistou sua primeira vitória na Copa do Mundo Feminina ao derrotar a Coreia do Sul por 1 a 0, no segundo jogo do Grupo H neste domingo (30). Nouhaila Benzina, do Marrocos, tornou-se a primeira mulher a usar um hijab [véu islâmico] em um jogo da Copa do Mundo na categoria principal.


As Leoas do Atlas, como são conhecidas as jogadoras marroquinas, uma das equipes menos cotadas do torneio, com 72 pontos no ranking mundial, eram supostamente consideradas como azarões contra as coreanas, que estavam em 17º lugar.

Foto: William West/AFP Via Getty Image

Mas elas tiveram, de longe, o melhor início de jogo contra as adversárias, com a atacante Ibtissam Jraïdi marcando aos 6 minutos, cabeceando um gol no canto oposto.

Continua depois da Publicidade

A Coreia do Sul teve a maior parte da posse de bola, mas não conseguiu traduzir a vantagem em muitas oportunidades de gol. Sua melhor chance de empatar foi aos 42 minutos do segundo tempo, quando Casey Phair, de 16 anos, radicada em Nova Jersey, e a jogadora mais jovem a participar de uma Copa do Mundo, chutou para fora.

“Trabalho duro”

Depois de ter sido goleado por 6 a 0 pela Alemanha em sua estreia na Copa do Mundo, a vitória conquistada com muito esforço pelo Marrocos manteve vivas suas improváveis chances de chegar às oitavas de final na Austrália e na Nova Zelândia.

“Estamos muito felizes porque nossos esforços valeram a pena”, disse a artilheira Jraidi. “Gostaria de dedicar esta vitória ao Marrocos e a todas as nações árabes em geral. Foi o fruto do nosso trabalho duro.”

A Coreia do Sul agora enfrenta uma possibilidade de eliminação precoce do Grupo H. “Já passei por muitos altos e baixos no futebol, e este é definitivamente um dos piores momentos”, disse o técnico Colin Bell.

O Marrocos enfrentará a Colômbia no último dia da fase de grupos, na quinta-feira, em Perth, em uma partida que pode decidir qual das duas equipes avançará para as oitavas de final. Já a Coreia do Sul jogará contra a Alemanha em Brisbane.

Fazendo história com o hijab, o véu islâmico

Além da primeira vitória do Marrocos no torneio, a zagueira Nouhaila Benzina fez história ao se tornar a primeira jogadora a usar um hijab, como é conhecido o véu islâmico, durante um jogo da Copa do Mundo Feminina.

Nouhaila Benzina – Foto: reprodução

A FIFA suspendeu a proibição do uso do hijab pelas jogadoras de futebol há quase uma década, após preocupações anteriores com a segurança das jogadoras.

A zagueira Benzina, de 25 anos, que joga em seu clube de futebol no Marrocos, compartilhou publicações nas mídias sociais antes da Copa do Mundo sobre o uso do hijab, mas não falou com a mídia na Austrália e na Nova Zelândia sobre isso.

Ela disse recentemente à emissora Al Jazeera que seria um momento de orgulho.”Muito trabalho foi feito durante muitos anos e, graças a Deus, o resultado foi positivo”, declarou.

Vários outros esportes suspenderam a proibição do hijab nos últimos anos, inclusive o basquete, mas ele ainda não é permitido durante as partidas oficiais de futebol na França.

(Com agências)