Brasil

Minas Gerais

Professor é preso após estuprar crianças e adolescentes cegos

Criminoso estava foragido desde 2020, quando foi condenado a mais de 46 anos de prisão por estupro de vulnerável.


A Polícia Civil de Minas Gerais capturou um homem condenado a mais de 43 anos de prisão por abusos sexuais, praticados contra crianças e adolescentes cegos, e que estava foragido há três anos. A informação foi divulgada pelas autoridades mineiras em uma coletiva nesta sexta-feira, 25, em Belo Horizonte.

Professor é preso após estuprar crianças e adolescentes cegos em Minas Gerais – Foto: Divulgação/PCMG

O criminoso, um professor de 37 anos, teve o mandado de prisão expedido em 2020, após ser condenado por abuso contra cinco vítimas, meninos e adolescentes de 10 a 13 anos e estudantes do Instituto São Rafael, colégio exclusivo para estudantes com deficiência visual situado na capital mineira.

Continua depois da Publicidade

Segundo a Polícia Civil, o professor atuava como supervisor na instituição, em 2015, onde auxiliava os estudantes na troca de roupas no vestiário, onde cometia os abusos. As investigações começaram em 2016, após a denúncia da mãe de uma das vítimas.

Equipes da Polícia Civil esclarecem prisão – Foto: Divulgação/Polícia Civil

As autoridades afirmam, ainda, que ele usava doces para ganhar a confiança das vítimas. Condenado em 2020, o professor fugiu e permaneceu como foragido da Justiça desde então, utilizando vários endereços para não ser encontrado.

No entanto, com o apoio da Inteligência da Polícia Federal, a polícia mineira localizou o criminoso no Jardim Felicidade, na região Norte de BH, na última quinta-feira, 24. No total, o professor foi condenado a 43 anos, seis meses e 10 dias de prisão em regime fechado.

Fonte: Terra