AnúncioAnúncio

Política

Amazonas

Prefeito de Iranduba faz gasto milionário com palco mas não ajuda o povo, diz Vereador

Parlamentar destaca que o prefeito gasta valores altos, munícipes seguem desempregados, tendo que ir para a porta da prefeitura pedir cesta básica.


O vereador Luís Carlos Velho (Republicano) criticou o prefeito de Iranduba (distante 19,89 quilômetros de Manaus), Augusto Ferraz, que segundo ele não prioriza as necessidades da população mas usou dos cofres públicos um montante milionário na contratação de empresa para prestar serviços locação de palco, som e iluminação.

Em entrevista ao Portal AM POST, o vereador disse que as vezes se sente impotente como parlamentar ao ver uma situação como essa que não prioriza o povo.

Continua depois da Publicidade

O que é prioridade no município, é alugar palcos para eventos no valor de R$1,537 milhão ou tentar fazer políticas públicas para ajudar as pessoas que estão realmente precisando? Então a gente não sabe o que é prioridade hoje, é um descabimento total, é um dinheiro jogado fora. Alugar palco ao invés de atender um ser humano, é complicado“, disse.

De acordo com o Diário Oficial dos Municípios do Amazonas (DOM-AM), Augusto Ferraz vai gastar R$ 1.537.999,90 (um milhão, quinhentos e trinta e sete mil, novecentos e noventa e nove reais e noventa centavos) com o serviço. O mandatário ainda justifica no documento que a contratação é para ‘suprir as necessidades da prefeitura de Iranduba”.

Velho também destaca que devido a falta de empregos no município muitas pessoas vão para a porta da prefeitura pedir cesta básica.

A falta de oportunidade de empregos no município de Iranduba tem levado a população a pedir alimentos. Era isso que eles estavam atrás, da oportunidade de levar uma cesta básica, alimento para seus filhos e lamentavelmente essa foi a resposta do prefeito“, destacou o parlamentar.

Na última quarta-feira (23), repercutiu nas redes sociais um vídeo que mostra mulheres em frente da prefeitura de Iranduba, segundo elas, sendo ignoradas pelo prefeito Augusto Ferraz e seu vice, Robson Adriel (Avante).

As mulheres relatam que passaram horas para conseguir falar com o prefeito e pedir ajuda mas ficaram desamparadas. Ainda segundo a pessoa que grava o vídeo uma delas chegou a ser empurrada pelo mandatário.

Aqui ó, deixou a multidão de novo esperando, de novo até de noite, foi embora entrou no carro dele e foi embora porque tem comida na casa dele, tem onde ele dormir”, disse.

Ainda deu um empurrão na mulher. Vai na nossa porta pedir voto de novo“, denunciou.

A reportagem do AM POST, procurou o prefeito, por meio de sua assessoria, e ele negou que tenha destratado ou empurrado as mulheres que estavam no local.

Não procede que o prefeito Augusto Ferraz tenha empurrado ou destratado a nenhuma delas! Ele não as atendeu porque estava saindo apressado para um compromisso. Minutos antes, ele havia atendido a várias outras mulheres dentro da Prefeitura, como tem feito quase que diariamente; e, na maioria das vezes, são as mesmas pessoas, que já adquiriam o hábito de ir à sede do Executivo com frequência em busca de ajudas financeiras. E o prefeito as tem ajudado”, disse em nota.

Ressalte-se que esses recursos são do próprio bolso do prefeito, considerando que não há legalidade para que esse tipo de auxílio seja prestado com recursos da Prefeitura. Logo, isso não é uma atribuição oficial e nem uma obrigação do chefe do Executivo! Todavia, como ser humano sensível às necessidades do próximo, ele tem compartilhado daquilo que é seu com as pessoas carentes”, completou.

Com informações do AM Post