Brasil

Amazonas

Inpa entrega nova estrutura de Sistema com Tecnologia de Bioflocos do Lafap

O novo sistema possui seis tanques, com capacidade de 10 mil litros, com a capacidade de um sistema de produção comercial, o que possibilita a validação das metodologias testadas no laboratório em escala comercial.


Nesta sexta-feira (22/09) acontece a inauguração do Sistema com Tecnologia de Bioflocos, um espaço integrado ao Laboratório de Fisiologia Aplicada à Piscicultura (Lafap), do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI). O evento acontece às 10h, na Estação Experimental de Aquicultura, localizada no Campus III do Inpa (V-8). A infraestrutura foi financiada pela Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapeam) em parceria com a empresa Nova Aqua.

O novo sistema possui seis tanques, com capacidade de 10 mil litros, com a capacidade de um sistema de produção comercial, o que possibilita a validação das metodologias testadas no laboratório em escala comercial.

Continua depois da Publicidade

Pioneiro na região norte, aplica a tecnologia em espécies nativas da Amazônia e já formou graduandos e pós-graduandos, mestres e doutores, em aquicultura, com expertise em sistema de produção com tecnologia de bioflocos.

Com a nova estrutura, espera-se que o grupo de Pesquisa Aquicultura na Amazônia Ocidental possa aumentar a qualidade e acelerar os resultados de suas pesquisas e oferecer produtos inovadores ao segmento da aquicultura, assim como agregar parcerias com outras instituições de pesquisa nacionais e internacionais.

Laboratório de Fisiologia Aplicada à Piscicultura (Lafap)

O Labfap desenvolve pesquisas sobre nutrição, sistemas de produção e sanidade de peixes nativos da Amazônia de interesse para a piscicultura, como a matrinxã, tambaqui e o pirarucu, além de ornamentais.

Além do laboratório de análises, o Labaf possui um laboratório úmido que comporta mais de 50 tanques, de 300 a 500 litros, para realização de bioensaios de pesquisadores e alunos vinculados ao grupo. Essa infraestrutura, bem distribuída, moderna e adequada que atende as demandas de pesquisas, tem sido financiada com recursos da Capes, Fapeam e CNPq.