AnúncioAnúncio

Amazonas

Manacapuru

Ministério Público do Amazonas entrega sede própria a Manacapuru

Nova sede do MPAM foi inaugurada nesta quinta e terá capacidade para até cinco promotorias.


O Ministério Público do Amazonas (MPAM) inaugurou, no final tarde desta quinta-feira (09/05), sua sede própria na “Princesinha do Solimões”, situada rua União, S/N – bairro Aparecida, edifício Giovanni Figliuolo. A sede do MPAM em Manacapuru agora conta com um ambiente mais amplo e acessível, facilitando a prestação de serviços e a defesa dos interesses da comunidade.

Com 588 metros quadrados de área construída e quatro promotorias — uma delas a ser aberta a partir desta sexta (10) — , a nova sede do MPAM tem capacidade para expandir para cinco promotorias de Justiça. Várias autoridades, entre ela os governador Wilson Lima, participaram da solenidade.

Continua depois da Publicidade

Ao falar na inauguração o procurador-geral de Justiça (PGJ), Alberto Rodrigues do Nascimento Júnior, ressaltou o esforço contínuo do MPAM com a Justiça e a proteção no Amazonas. “A inauguração destas Promotorias de Justiça é um marco e representa um compromisso contínuo do Ministério Público com a comunidade de Manacapuru. Este espaço não é apenas um prédio, mas um símbolo tangível do nosso comprometimento em servir a Justiça e proteger os direitos dos cidadãos”, comentou, ao anunciar que após a inauguração o MPAM em Manacapuru passaria a ter quatro promotorias.

Homenagens e reconhecimento

Presente na solenidade, o governador Wilson Lima disse que fez questão de estar presente na inauguração e parabenizou o Ministério Público pela nova sede, moderna e sustentável, segundo ele. “É um prédio moderno do Ministério Público, com energia solar e teto verde. O procurador-geral, Alberto Nascimento, tem feito um esforço muito grande para levar as ações do MP ao interior do Estado. O município de Manacapuru ganha um serviço essencial. O MP é um fiscal no sentido de fazer com que os direitos fundamentais dos cidadãos sejam efetivamente cumpridos”, destacou o governador, ao chegar ao local.

A prefeita em exercício de Manacapuru, Valcileia Maciel, enfatizou que a cidade estava em festa e que a inauguração era muito significativa para o município. “Com essa nova sede, o MP irá ampliar os seus serviços e quem vai ganhar somos todos nós que buscamos por Justiça. Só tenho a agradecer, em nome do prefeito e da comunidade”, enfatizou, em seu discurso.

Titular de uma das promotorias de Manacapuru, a promotora de Justiça Tânia Maria de Azevedo Feitoza destacou a importância da presença do Ministério Público em um espaço próprio, proporcionando um atendimento mais eficiente. “Manacapuru já conta com mais de 100 mil habitantes, é um município grande. Logo, a presença do MP se torna imprescindível na atuação enquanto mediador entre o município e a sociedade na promoção e realização de políticas públicas sociais, como o combate à criminalização, combate à corrupção, dentre todas as atribuições”, comentou.

A neta do promotor Giovanni Figliuolo, que deu nome à nova sede do MPAM, Alessandra Maddy Figliuolo, emocionada, agradeceu a homenagem feita pelo membros do MPAM ao avô, em nome da família. Em seu discurso falou da trajetória profissional dele no Ministério Público.

Após o final dos discursos, o procurador-geral Alberto Rodrigues do Nascimento, acompanhado do governador Wilson Lima e dos promotores de Manacapuru, descerrou a faixa de inaugural e a nova placa do órgão, autorizando, oficialmente, o início dos trabalhos no edifício Giovanni Figliuolo, que já estava em atividade, por determinação do próprio procurador-geral.

Prédio novo e sustentável

A nova sede do MPAM na “Princesinha do Solimões” é considerada uma das maiores estruturas físicas do Ministério Público interior do Estado.

O prédio, construído em 240 dias, foi planejado dentro do conceito Green building, com a implantação de grandes esquadrias, privilegiando a iluminação natural e ventilação cruzada, e de telhado verde, sistema de geração de energia solar e reaproveitamento de água, entre outras técnicas que o tornam um dos mais modernos do órgão.

A sede abriga cinco alas destinadas as promotorias, uma brinquedoteca, uma sala de audiência, sala de apoio administrativo, protocolo, sala técnica, salas de arquivo, auditório para 50 pessoas, toda infraestrutura de copa/cozinha, área de serviços, banheiros masculino e feminino PNE e guarita., e a 12ª a ser entregue pelo procurador-geral Alberto Rodrigues do Nascimento Júnior.

A solenidade de inauguração, com decerramento de fita, foi bastante concorrida. Além do procurador-geral de Justiça, Alberto Rodrigues, do governador Wilson Lima e dos promotores de Justiça de Manacapuru Tânia Maria Feitoza, Timóteo Agabo e Marcela Arruda, participaram da solenidade os 22 novos promotores do MPAM, outras autoridades locais, e representantes de movimentos sociais.

Foto: Hirailton Gomes