Amazonas

Manaus

CAS 313 avalia pauta de R$ 1,2 bilhão e geração de 1.084 empregos na sexta-feira, dia 1º

O Conselho de Administração da Suframa (CAS) realiza sua 313ª Reunião Ordinária, na próxima sexta-feira (1º de março) a partir das 9h (horário de Manaus), no auditório da Autarquia, e terá caráter especial em alusão ao 57º aniversário da Zona Franca de Manaus (ZFM) e da Suframa, celebrados oficialmente no dia 28 de fevereiro.


O evento terá propósito de avaliar uma pauta de 33 projetos industriais e de serviços cujos investimentos totalizam R$ 1,2 bilhão (US$ 249 milhões), preveem a geração de 1.084 empregos e faturamento projetado superior a R$ 6,3 bilhões (US$ 1,3 bilhão).

A primeira reunião do CAS de 2024 será presidida pelo vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), Geraldo Alckmin, que estará em Manaus como presidente da República em exercício, devido à viagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Guiana. O encontro também contará com a participação do superintendente da Suframa, Bosco Saraiva, o ministro de Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequena Porte, Márcio França, além de autoridades, parlamentares, representantes de entidades de classe e governantes da área de atuação da Autarquia, entre outros.

Continua depois da Publicidade

Foto: Divulgação/Suframa

Na pauta estão contidos 15 projetos de implantação, 13 projetos de diversificação e cinco de atualização. O teor é diverso, abrangendo diferentes subsetores, como termoplásticos e eletroeletrônicos, e incluindo produtos consolidados no Polo Industrial de Manaus (PIM). Dentre eles, motocicleta elétrica, bicicleta elétrica, televisor em cores com tela de cristal líquido, monitor de vídeo com tela de luminescência orgânica (Oled) para uso em informática, microcomputador portátil, entre outros.

Dos 33 projetos a serem submetidos sob a forma de comunicação e para deliberação do conselho, os que somam o maior volume de investimentos projetados são provenientes do subsetor eletroeletrônico, incluindo bens de informática. Juntos os oito projetos representam R$ 695 milhões de investimentos projetados, sendo R$ 232 milhões em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) na região da Amazônia Ocidental e Estado do Amapá, e geração de 265 postos de trabalho.

Destaca-se ainda que os 15 projetos de implantação representam o volume de R$ 520 milhões (US$ 106 milhões) em investimentos, geração de 724 novos postos de trabalho e faturamento projetado de R$ 3 bilhões (US$ 630 milhões). As empresas com solicitações aprovadas no CAS possuem o prazo de até três anos para a efetivação dos projetos.

Selo
Outro destaque será o lançamento do Manual de Identidade Visual do Selo do Polo Industrial de Manaus (PIM). O MIV está mais completo e detalhado, facilitando o uso do Selo – que ganhou novas opções de aplicação, como uma versão toda branca para uso sobre fundos escuros – por parte das empresas.

O lançamento ocorre 40 anos depois da primeira resolução da Suframa, que ratificou o Selo da “garça em pleno voo” como forma de identificar a fabricação no PIM.

Texto: Enock Nascimento