Amazonas

Partido PDT, pode ficar sem candidato ao Governo do Amazonas


Muitos filiados não estão convictos de que Carol Braz deva ser a candidata para enfrentar figuras como Amazonino Mendes, Eduardo Braga, Wilson Lima e Ricardo Nicolau.

O partido PDT, em vésperas das definições de candidaturas ao Governo do Amazonas, está descontente com os rumos da sigla no Estado.

Continua depois da Publicidade

Muitos filiados, inclusive os mais antigos e históricos, não estão convictos de que a defensora pública Carol Braz deva ser a candidata para enfrentar figuras como Amazonino Mendes, Eduardo Braga, Wilson Lima e Ricardo Nicolau.

Alguns partidos chegaram a procurar Carol para que ela pudesse ser vice em outra chapa, mas ele não abre mão da candidatura, o que também é visto como ruim no cenário político, que precisa de ‘jogo de cintura’.

De acordo com o Portal i9, outra coisa que vem incomodando é o fato do atual esposo de Carol Braz, o jornalista Meike Farias, ser candidato na mesma chapa que ela. Os militantes temem que toda estrutura do partido seja posta para eleger Meike Farias.

Caso a confusão no PDT continue, a direção nacional do partido pode decidir, unilateralmente, retirar a candidatura de Carol Braz ao Governo do Amazonas.

Redação Portal CINCO