Guerra

Oriente Médio

França, Itália e Alemanha apelam à UE para impor sanções ao Hamas

França, Itália e Alemanha apelaram à União Europeia para impor sanções ad hoc contra o Hamas e os seus apoiantes, escreveram os ministros dos Negócios Estrangeiros dos três países numa carta conjunta ao chefe da política externa da UE, Josep Borrell. Acompanhe nosso blog ao vivo para saber os últimos desenvolvimentos sobre a guerra Israel-Hamas.


Resumo: 

  • As forças israelenses avançaram neste domingo (10) para o sul de Gaza , para onde centenas de milhares de civis fugiram em busca de abrigo contra os bombardeios e os intensos combates com militantes do Hamas
  • Os ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia consideram nesta segunda-feira (11) possíveis próximos passos em resposta à crise do Médio Oriente, incluindo uma repressão às finanças do Hamas e a proibição de viagens aos colonos israelenses responsáveis ​​pela violência na Cisjordânia.
  • ONU estima que 1,9 milhões dos 2,4 milhões de habitantes de Gaza foram deslocados das suas casas – cerca de metade dos quais são crianças.
  • O Hamas atacou comunidades do sul de Israel em 7 de outubro, matando cerca de 1.200 pessoas e fazendo cerca de 240  reféns, segundo o governo israelense. Desde então, 17.997 pessoas foram mortas no ataque de Israel à  Faixa de Gaza, de acordo com o Ministério da Saúde do enclave administrado pelo Hamas. Pelo menos 49.500 pessoas ficaram feridas e pelo menos 7.600 pessoas estão desaparecidas, segundo o gabinete de comunicação social do Hamas (sem comprovação oficial).

Alemanha ‘espera’ que Israel ‘cause menos vítimas civis’ em Gaza, diz ministra das Relações Exteriores