AnúncioAnúncio

Amazonas

Parintins

Boi Caprichoso vence o 57º Festival de Parintins 2024

O Boi Caprichoso venceu o 57º Festival Folclórico de Parintins pelo terceiro ano consecutivo. Este ano defendeu o tema "Cultura - O Triunfo do Povo", o Touro Negro conquistou seu 26º título.


A apuração ocorreu na tarde desta segunda-feira (1º), no Centro Cultural de Parintins, o Bumbódromo, palco do embate entre os bumbás.

Na primeira noite (28), o Boi Caprichoso, proclamou o “Triunfo do Povo” com foco nas culturas: culturas plantadas, nascidas e sustentadas no meio da Amazônia Brasileira, magistralmente triunfal no entrelaçar de negros e negras, indígenas, ribeirinhos e ribeirinhas, mestres e mestras da cultura popular local.

Continua depois da Publicidade

Na segunda noite (29), em que a “tradição” foi o fio condutor da narrativa, o Boi Caprichoso pediu licença para falar daquilo que cultiva com todo o cuidado: as tradições que dão vida ao bumbá.

O Boi Caprichoso fechou sua participação no Festival de Parintins este ano levando para o bumbódromo a temática “Saberes: o reflorestar das consciências”, em exaltação a ancestralidade e aos conhecimentos milenares.

Tricampeão – Foto: reprodução

Emoção da Apuração

Os bois Garantido e Caprichoso foram avaliados durante três dias de intensas apresentações, realizadas nos dias 28, 29 e 30 de junho.

Nove jurados atribuíram notas para 21 itens, divididos em três blocos: A – Comum/Musical, B – Cênico Coreográfico e C – Artístico. Cada bloco avaliou aspectos específicos das apresentações, desde a qualidade musical e interpretação até a coreografia e aspectos artísticos.

A apuração das notas foi um momento de grande expectativa e emoção para os torcedores e participantes do festival. A pequena diferença de 0.1 ponto entre o Caprichoso e o Garantido mostrou a alta qualidade e competitividade das apresentações deste ano. O resultado consagrou o Caprichoso como tricampeão, reafirmando a excelência e a dedicação do boi-bumbá em sua trajetória.

A vitória do Caprichoso foi amplamente comemorada por seus torcedores, que lotaram o Bumbódromo e as ruas de Parintins para celebrar o triunfo. A cidade, que vive intensamente o Festival Folclórico, se encheu de azul e branco, cores tradicionais do Caprichoso, em uma festa que durou toda a noite.

O presidente do Caprichoso, Rossy Amoedo, agradeceu a todos os colaboradores do bumbá e destacou que o Festival de Parintins pode crescer mais.

“Eu dedico tudo isso aos nosso companheiros de trabalho, costureiras, soldadores, nosso conselho de arte, diretoria, todo mundo que nos ajudou a chegar até aqui. É muito orgulho para mim ser artista e presidente do boi. Hoje é um momento em que a gente pode brindar e dizer que o festival pode e precisa crescer mais”, disse.

Foto: reprodução

Considerado patrimônio cultural do país pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), o Festival Folclórico de Parintins está ligado à tradição cultural do Boi-Bumbá.