Amazonas

Manaus

Empresário Durango Duarte afirma ja saber quem montou audio fake contra prefeito de Manaus

Em vídeo, o empresário alega saber quem montou o audio. foi feita por um dos pré-candidatos a prefeito de Manaus. Duarte disse que a verdade virá à tona e será um escândalo que poderá comprometer a candidatura desse pré-candidato.


O empresário Durango Duarte foi entrevistado em um podcast da Rede Onda Digital e durante a conversa afirmou saber quem criou o áudio montado com ajuda de inteligência artificial simulando a voz do prefeito de Manaus, David Almeida.

O áudio vazado, que simula a voz do prefeito é direcionado aos professores, que os chama de “vagabundos” por exigirem o pagamento do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). O empresário afirma que a deepfake, (técnica em que a inteligência artificial que combina, substitui ou sobrepõe áudios e imagens para criar arquivos falsos) foi feita por um dos pré-candidatos a prefeito de Manaus.

Continua depois da Publicidade

Duarte disse que será um escândalo, assim que for revelada a identidade da pessoa que manipulou o áudio que imita a voz do prefeito David Almeida.

“O escândalo quando todo mundo souber quem fez o áudio manipulado com a voz do David e vão descobrir que é de um comitê eleitoral, de um dos pré-candidatos. E essa escândalo pode detonar a candidatura desse candidato”, disse.

No entanto, a declaração do empresário levanta questionamentos sobre como ele obteve essa informação e se isso foi repassado para a Polícia Federal, que investiga o caso. Tratava-se, na verdade, de produção de deepfake, uma montagem que utiliza de Inteligência Artificial (I.A) para fabricar discursos inverídicos que prejudicam a reputação de quem por eles é difamado.

Resumo do caso

Neste mês de dezembro, as vésperas do natal, circulou um vídeo, contendo falas duras falsamente atribuído ao prefeito de Manaus, David Almeida, contra os professores da rede municipal de ensino, que exigiam o pagamento do FUNDEB.

O prefeito David Almeida esteve na superintendência da PF na sexta-feira (22), que teve a voz manipulada em uma montagem de áudio falando mal de professores que fizeram um protesto cobrando o pagamento do abono do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb).

Segundo ele, as informações são caluniosas e foram compartilhadas em grupos de WhatsApp ainda na noite de quinta (21).

A Policia Federal revelou que dois suspeitos já teriam sido identificados e seriam ouvidos no decorrer da operação em andamento.

Prefeito David Almeida denuciou caso de ‘montagem criado por Inteligência Artificial’ a PF em 22-12-2023 – Foto: reprodução

Até o momento, ninguém foi preso ou responsabilizado pela ação criminosa.