Sem Categoria

Manaus

Avião da MAP é arrastado durante chuva em aeroporto de Manaus

A chuva rápida que caiu sobre parte de Manaus, por volta de 12h30 desta quarta-feira (02), causou transtornos no Aeroporto Internacional Eduardo gomes, zona Oeste da capital. No local, o vento forte de 30 nós (60 quilômetros por hora) chegou a arrastar um avião da MAP Linhas Aéreas, que estava parado na pista do terminal, segundo informações de um funcionário de uma empresa de táxi-aéreo que presenciou o incidente.  


De acordo com a testemunha, que preferiu não se identificar, por pouco, o avião não “bateu” em um avião cargueiro da empresa Sideral, também estacionada na pista.  “O estrago poderia ter sido pior, já que mesmo sem ter ocorrido a colisão, o impacto do vento chegou a quebrar o trem de pouso do nariz do avião da MAP quebrou e ele ficou de cara no chão”, disse.

Foto: reprodução

Mesmo diante do incidente, não houve necessidade de interdição do aeroporto, pois as aeronaves estavam paradas em uma área que não é a mesma de taxiamento, ou seja, onde os aviões fazem manobras para pouso e decolagem. O Avião da MAP deverá ser recolhido para manutenção e recuperação do trem de pouso e o da Sideral não sofreu nenhum dano durante o fato.

Continua depois da Publicidade

Local do incidente

A plataforma de estacionamento, rampa ou pátio é parte de um aeroporto. Geralmente é nessa área que as aeronaves ficam estacionadas, carregadas, descarregadas, abastecidas e encaminhadas.

Embora o uso de uma plataforma seja coberto pelos regulamentos, tais como a iluminação em veículos, essa parte do aeroporto é geralmente mais acessível aos utilizadores que a pista de pouso e decolagem ou o taxiway. No entanto, a plataforma não é normalmente aberta ao público em geral e deve ser acessada apenas por pessoas autorizadas.

Com informações do Minuto a Minuto