AnúncioAnúncio

Amazonas

Crise financeira na Amazonas Energia poderá colapsar a empresa e deixar Manaus na escuridão

A capital do Amazonas poderá ficar sem o serviço de fornecimento de energia elétrica nos próximos 60 dias.


O jornalista, Ronaldo Tiradentes anunciou em seu programa televisivo na manhã desta terça-feira (20) que a empresa Amazonas Energia, concessionária responsável pelo fornecimento de energia no estado, pode deixar a capital sem energia elétrica pelos próximos 60 dias.

Ronaldo Tiradentes avalia crise enfrentada pela Amazonas Energia – Foto: reprodução

O motivo seria a crise financeira que a concessionária enfrenta e que fez  com que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidisse recomendar ao Ministério de Minas e Energia a abertura de um processo de caducidade da concessão da distribuidora Amazonas Energia, porque o grupo Oliveira Energia, que atualmente controla a distribuidora amazonense, firmou um contrato de venda da concessão para a empresa Green Energy Soluções em Energia e o fundo Luxx Fund Limited, ambos sem tradição no setor elétrico, que foi recusado pela agência reguladora.

Continua depois da Publicidade

De acordo com a Aneel, a recomendação é resultado da falta de comprovação, por parte da nova empresa, da capacidade técnica e econômico-financeira para assumir a concessão de distribuição de energia.

A Amazonas Energia havia sido autuada pela Aneel em setembro de 2022 por descumprimento de cláusulas contratuais relacionadas à capacidade de gerir recursos financeiros e de restabelecer o equilíbrio econômico-financeiro da concessão. Diante disso, a concessionária teve a oportunidade de apresentar um plano de recuperação ou optar pela transferência de controle societário.

A Amazonas Energia afirmou por meio de nota, que no momento oportuno, se pronunciará sobre a situação.